Biscate Absoluta

Depois da estréia com a biscate mais classuda e clássica, a magnífica Gilda, as quintas de cultura hoje apresentam, orgulhosamente,

A Biscate-absoluta:

Stefhany.

Stefhany é uma cantora piauiense, que estourou no YouTube com um vídeo amador, cantando:

Eu sou linda. Absoluta. Eu sou Stefhany.

Críticas ela ouviu. E leu. Várias.

Mas a todas rebateu com um gingado e um meneio da longa cabeleira (a jogada de cabelo é um trunfo infalível de uma biscate. Curtos, compridos, lisos ou crespos, pretos, ruivos, loiros, castanhos ou cinzas, não importa) um sorriso deslumbrante de adolescente periguete perigosa, biscate mirim, testando seus trunfos, e dando seu recado

Eu sou absoluta.

Se não vou chorar nem desesperar por um bobo e velho romance, acha mesmo que suas críticas vão me parar?

Eu vou é usar todas as fantasias que sempre desejei, testar todos os penteados que nas loiras lisas vocês acham o máximo, e vou cantar pra vocês:

Eu te ordenei: bote a mão na minha cintura, diz que eu sou absoluta!

Biscate não fica esperando no portão. Pega o Cross Fox, o Fuscão, o Porsche, o metrô, o trem, o ônibus, a bicicleta, o tênis, o cavalo, o camelo, uma Harley Davidson ou vai descalça e à pé mesmo. Sai pra dançar e se divertir.

Stefhany merece o posto de Biscate porque não fica esperando no portão. Vai atrás do que quer, e comanda:

Menino sexy, sexy, sexy
Menino lindo, lindo, lindo

Você não pode parar
Vem comigo dançar

Ela se diverte em cada vídeo. Experimenta poses, faz beicinho, joga o cabelo.

E não baixa a cabeça.

O preconceito que já existe contra as biscates contra ela ainda ganha os contornos do preconceito de classe e de origem: ela é do Piauí!

Ora, quem ela pensa que é para fazer sucesso na internet, no sudeste, ir parar na tv? Aqui é terra de gente cool, descolada, blasé e intelectual, que gosta de Chico Buarque… (teve outra biscate adolescente que também começou na internet, sabem quem pode ser? Uma dica: tchururu….)

E agora, colocamos no mesmo balaio, Chico, o lindo, do nosso hino, e Stefhany, a Absoluta. Outro hino da biscatagem!

Somos biscates, do norte ao sul, do Oiapoque ao Chuí, dizemos bah, vixi, uai, meu, puxamos os erres, os esses, jogamos os cabelos, e dizemos:

Eu sou linda. Absoluta. Eu sou biscate!

[o segundo vídeo foi dica da Caso me esqueçam, no twitter. Biscate internacional!]

* E caso você nunca tenha se fantasiado de biscate de videoclipe no quarto, e dançado na frente do espelho… hum… não sabe o que está perdendo. Quem acha que essas meninas estão inovando… antes só não tinha o “você tuba”. (biscate pré-internet e câmera digital)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

19 ideias sobre “Biscate Absoluta

  1. Podem me julgar, mas quando vi Stefhany pela primeira vez achei ridículo (acho que fui machista)
    Mas agora amei ela, é uma musa da Biscatagi, e definitivamente biscatagi é cultura.
    Somos todas biscates e absolutas!!!Uhuuuu

    • Eu também, achei brega, ridículo, etc.
      Depois, a tosquice começou a me agradar, faz parte do charme da coisa.
      E quando comecei a ouvir despida do preconceito, a letra grudou, e hoje eu acho super hit!
      Agora, o clipe de Menino Sexy, eu adoro!
      Como ela viaja, né?
      Ela fez uma super produção, de 6 minutos, e as dançarinas conseguem errar a coreografia.
      E a cena começa no mar, com guerreiras vikings usando coquinhos de como sutiã…
      E depois, de medieval, vira espacial, e depois, cenas urbanas, mulher-gato, homens de preto…
      me divirto!!!

      E ala

    • Lia,
      a Stefhany faz a linha do #bregaNaTL.
      Não é sempre, mas eu gosto as vezes.
      Tem um outro, que a letra é super engraçada:
      “Ei, quer casar comigo,
      sei fazer miojo, e ovo mexido!”

  2. O que mais curto na Stephany é que ela é realmente absoluta, ou seja: ela se basta. Precisa de marnada nem de ninguém. Deveria dar aulas de auto-estima essa diva! 😀

    • Como eu disse no finalzinho, eu encaro os clipes da Stefhany como cantar Britney Spears ou Gwen Stefani, ou Spice Girls, no quarto, maquiada, com a escova servindo de microfone.
      Imagino que ela se divirta tanto fazendo os clipes, quanto eu me divirto assistindo!!
      E a questão é realmente, a atitude!
      Bjs!

  3. Só faço reserva diante da cena das biscatinhas roubando os escravos das biscatonas.
    Repetem um padrão que mantém as biscates como biscateiras “ad aeternum”.

    Libertem-nos, biscates, de todo jugo!

  4. Pingback: Biscate Social ClubBlogueiras Feministas | Blogueiras Feministas

  5. Pingback: S.A.Q » Biscate Social Club

  6. Pingback: Sexta-Feira 13, dia oficial da Biscate |

  7. Pingback: Inventário de uma alma rebelde, de bisca |

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *