Dia Da Caça

Por Vivi Ayres*, Biscate Convidada

Paquerar….eu gosto. Muito.

Há prazer em escolher meu alvo.

Alvo que desconheço. Pode ser qualquer um, eu nunca sei quem vai ser. Mas sei que tem que ser aquele que desperte sensações pelo corpo…um jeitinho de sorrir, de jogar o cabelo, ou seu olhar. Não existe um padrão único, a coisa acontece e bum: é este o escolhido da noite.

Então me delicio…

Aproveito as armas que tenho. Um olhar forte, um sorriso doce e um sotaque que mexe com a imaginação do outro.

Paquerar é leve. É brincadeira, diversão. Não há seriedade na minha paquera. Às vezes posso ser carcará (quem nunca? “pega, mata e come“). Outras tantas, não precisa nem se consumar em beijo para a paquera me alimentar.

E eu me alimento, sei que conseguirei a minha presa e quero que ela caia na armadilha, quero que me deseje e que se encante a ponto de não conseguir sair do lado.

Sou mulher, independente, livre, trabalhadora, mãe, sou tantas, sou muitas e todas elas se alimentam do poder que é saber seduzir.  Como o mais saboroso alimento, traz a felicidade efêmera e consistente de deixar nascer nova fome…

…Um prazer que não deixa de ser delicioso e importante.  Sentir o poder de escolher, de brilhar nos olhos do outro, de me saber interessante e bela.

Estou na melhor fase da minha vida (até agora, porque a tendência é a próxima ser sempre melhor que a anterior). Em paz com minhas ações, com meu corpo, com minhas resoluções.  Com a mira precisa, a arma adequada e alvos a acertar, quem há-de negar que a isso se chama viver bem?

Gosto de paquerar pelo simples prazer que isso me proporciona: Não há nada melhor do que terminar a noite repleta de riso e o alforje pesado da caça do dia…

Mas você nunca se apaixona? Quem te disse que não? Como bem sabe dizer Chico Buarque, sempre se pode ter dia que é da caça e do caçador…

.

*Vivi Ayres é baiana morando em Minas. Romântica, faz das serras, mar, pra velejar sonhos. Mulher do mundo, amiga dos amigos, meio cigana, disponível para novas estradas, novas pessoas, novas experiências. Mãe, biscate, trabalhadora, muitas em uma, uma que é tantas. Como não há de ser perfeita, entregou seu coração para o Vasco.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

7 ideias sobre “Dia Da Caça

  1. Vivi, adoro a sua determinação, a segurança de quem sabe o que quer e não tem tempo a perder. “A vida é tão rara”…e é agora…errado é quem pensa diferente! Beijo, sua linda!

    • Clarinha, este mundão virtual nos dá muitos presentes…você com certeza foi um destes!! Amizade que já saiu das telas e virou de “carne e osso”, cerveja e risos!!!! Você sabe que a admiração é mútua…e que você faz meus dias mais felizes!!! Um beijo grande amiga!!!

  2. Agradeço primeiramente à Luciana, pelo convite. Foi um prazer imenso estar presente neste cantinho que tanto estimo.
    O Biscate Social Club e todos seus integrantes me atraem, me despertam sensações novas ou já conhecidas, me fazem doer, me fazem sorrir.
    Leitura diária, mesmo quando não há tempo para deixar minhas impressões.
    Foi uma honra poder valsar por entre estas grandes biscates!!!
    Obrigada.

  3. Adorei seu texto, assim como suas palavras expressam levas uma vida digna de aplausos e reverencias adoro gente assim que fala o que quer com bastante clareza e realismo parabéns levarei seu texto como um mandamento que só veio a concordar com o que eu penso e defendo bjss.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>