O que mais quero é mais bem querer

#UmaBiscateQuer #2anosBiscateSC

(Abre parenteses)

imageEscrevo esse post diretamente do hospital onde minha avó está internada desde outubro, com Alzheimer e Parkinson em estágio avançado. E juro que tinha planejado outra coisa e a minha ideia de post para a nossa festa de 2 anos era totalmente diferente. Infelizmente, não estou em ritmo de festa tanto quanto gostaria…

Verdade seja dita: nunca gostei de fazer planos pois, como diz a canção, “tudo muda o tempo todo no mundo” e a gente pode ir da mais perfeita ordem ao caos completo em questão de segundos. E 2013 tem sido exatamente assim para mim, em quase todos os sentidos. Muitas, MUITAS lutas. Cansaço. Momentos de desânimo desesperadores. Raiva contida. Decepções com a falta de amor e daquela fatídica “sororidade” que assola a nossa existência. E no que tange a mim, essa falta surgiu de quem se dizia próximo e é isso que f*de (no pior sentido possível) com tudo.

Ninguém disse que a vida seria uma coisa muito fácil, evidentemente. E perrengues fazem parte do que minha prima de 9 anos chama de “vida chata de adulto” (acho que ela é a primeira criança que conheci  que nunca quis ser adulta antes da hora. Ela é das minhas!!!). Mas talvez, tudo seria menos doloroso se cada um se colocasse, genuínamente, no lugar do outro.

(Fecha parenteses)

Ademais, 2013 foi o ano do segundo aniversário do nosso amado blog e através dele, exprimi muito do que eu sempre quis. Quereres esses que nem sempre consigo dividir com alguém no tête-a-tête, aí com palavras escritas eles fluem mais. E é com muita honra que encerro as postagens de 2013 com uma das categorias mais subjetivas e especiais do BSC. Afinal, não é uma delícia falar/fazer/gostar/sonhar com o que quiser?

gatos_coracao_01Essa bisca aqui quer – para ela e para todos – um  2014 com mais leveza. Mais momentos gostosos. Mais breja ( ou insira sua bebida favorita aqui) gelada numa tarde quente. Mais amizades, mais carinho, mais afeto, mais sonhos e mais meios de realizá-los. Quero desejar e ser desejada, e desejo a vocês o mesmo. Quero beijos intermináveis, mais abraços apertados e mais banhos com corpos colados. Como disse a Jeane, “a vida se esvai e não há tempo para ingratidão”.

Sejamos gratxs à ela, vivendo. E ter passado quase todo o final de 2013 num hospital vendo tanta gente lutar para continuar a viver me fez conhecer de verdade a importância disso.

Que em 2014, possamos nos querer melhor. Que o calor e a esperança de um novo ano faça com que esse sentimento permaneça firme em nossos corações. E que venha mais um, dois, três, dez anos de BSC!

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *