Renovar

Repensar o velho. Tá aí um sentido porreta que eu nunca tinha parado pra imaginar de “Renovar”. Me falaram tanto em renovar expectativas, renovar experiências, renovar planos, que começar o ano me pareceu um pegar tudo que passou, dar um banho tcheco, e botar uma roupa nova pra ir na esquina.

Renovar

Renovar

E sabe que é por aí? Não que seja pressão, exigência, opressão social, ou seja… mas pensar em começar uma nova vida a cada ano que passa sem enfrentar os fantasmas do passado, reviver a delícias do passado, resolver os problemas do passado é o mesmo que tentar não ver, apagando a luz em pleno meio dia.

Mesmo que um “Ano novo” possa não nos dizer nada especial de especial em relação a um novo ciclo, as lembranças que esse período nos traz das possibilidades de renovar são, pra dizer o mínimo, interessantes. E é justo esse sentido de botar uma roupa nova no passado que importa.

Quem nunca se colocou uma roupa nova naquele adolescente franzino e desengonçado e foi pra uma baladinha pela primeira vez se sentindo bem pela primeira vez? Quem nunca se imergiu naquela leitura fantástica que estava há anos jogada no fundo da gaveta do criado mudo e que indicou aquela possibilidades? Quem nunca se deixou levar por aquilo que sempre imaginou que daria errado e deu certo?

 Pois é… Renovar é o simples que é complicado… Renovar é (re)aprender a lidar com as próprias oportunidades, com as próprias liberdades, com as próprias liberalidades e, porque não, com os próprios desejos. Renovar talvez seja, buscar os impulsos reprimidos do passado, entender a causa de sua repressão e fazê-los valer a pena, ou lidar com sua impossibilidade.

Tá aí, se um  novo ano traz essa idéia de renovar, que essa idéia não se traduza em um único repensar e deixar morrer o repensado. Se esse sentido de renovar não se perpetuar todos os dias, aquelas, sete ondas, 12 uvas, prato de lentilhas, lingerie colorida não valeram de nada…

E que esse renovar possa, de fato, ser a oportunidade de pensar um novo momento de possibilidades. Falando de um jeito bem biscate, que esse renovar seja não ter vergonha de saber, ou querer saber, como se goza… E de gozar mais! Renove!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *