Decepções e a dor de confiar

Sempre fui uma pessoa que acredita demais nxs outrxs. Algumxs amigxs me falam que isso é um defeito, outrxs amigxs dizem que é uma qualidade. Considero isso uma característica da minha criação, fui educada para não duvidar ou ver maldade nas pessoas a minha volta. Essa minha característica me fez passar por momentos ruins, no final do ano passado e no início desse ano, isso me fez repensar muito minhas relações.

Acredito que amar seja algo livre, você se doa, faz de tudo por alguém (não só sux companheirx amorosx, qualquer amigx) sem desejar nada em troca. Também já fui acusada de perdoar pessoas com facilidade, não me considero uma boa pessoa por isso, apenas espero que, quando errar, me perdoem pelo meu erro. Tento sempre fazer por outra pessoa o que desejo que façam por mim, uma das coisas que desejo que façam por mim é que não me cobrem amor. Amor não se cobra, se dá de graça.

Mas, voltando as minhas últimas decepções, analiso a cada dia os últimos acontecimentos, sei que amar é saber que há 50% de chance de sentir dor, de chorar, sofrer e de não compreender o motivo de alguém machucar de propósito uma pessoa que nunca maltrataria outra pessoa. Pessoas são diferentes, valorizam e acreditam em coisas diferentes. Sempre abri minha casa a qualquer pessoa, quando abro minha casa abro meu coração, minha alma junto. Fico em situações onde facilmente terei meu coração ferido.200px-O_Grito

Por ser tão dada a ponto de abrir minha vida a qualquer pessoa, tive a sorte de conhecer meu namorado, dei a chance de uma ficada de internet virar amor. Mas também foi por me abrir que minha segunda decepção aconteceu. Vi uma pessoa que, apesar dos pensamentos diferentes, história diferente de vida, parecia ser sincera e companheira. Deixei entrar na minha vida, virar minha amiga, com quem dividia minhas alegrias e angústias, essa pessoa, no primeiro momento que se contrariou comigo, usou coisas que eu contava a ela para me magoar, me causar dor. Se eu falar que não guardo mágoa de alguém que faz isso, seria mentirosa. Guardo, infelizmente não sei ser tão boa a ponto de passar por cima da dor e da mágoa.

Minha primeira e maior decepção veio de uma pessoa que tinha, pelo menos, 3 anos de amizade. Caminhamos por 3 anos, umx ajudando x outrx, juntxs até o momento em que me senti bem em dizer “essa pessoa é o mais próximo que tenho de umx companheirx, é praticamente meu marido. Vou passar a vida toda ao seu lado.” Sempre vi essa minha amizade como aqueles casamentos que, apesar de todas as diferenças, estresse da rotina, duravam até uma das duas pessoas morrer. Acreditava que teria umx companheirx de vida.

Quando essa pessoa se foi, fiquei sem chão, não por ter ido embora, mas pela forma como foi embora, me mostrando que eu x amava mas elx não, apesar de todas as vezes que disse que me amava, nunca me amou. Foi deixado claro que tudo que essa pessoa disse foi apenas para que eu abrisse minha vida a ela. Sinto muita vontade de ser superior a isso, sinto muita vontade de saber perdoar, mas não consigo. A quem achava que eu podia perdoar qualquer pessoa, estava tão erradx quanto eu, não sou capaz de perdoar qualquer pessoa.

Esse texto é apenas um desabafo que precisava fazer há algum tempo. Já chorei demais, já analisei demais, espero que escrevendo eu possa passar pra próxima etapa. Quando escrevo consigo assimilar melhor meus sentimentos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Uma ideia sobre “Decepções e a dor de confiar

  1. Flor, num sei se quando você diz: ” apesar de todas as vezes que disse que me amava, nunca me amou”, a coisa tenha sido bem assim mesmo…sei lá, não conheço a história toda, peguei só o bonde do desabafo… Mas, talvez ajude a pensar que, em algum momento essa pessoa ti amou sim, foi seu companheiro sim, porque afinal de contas, ninguém iria estar ao lado de outra pessoa se não gostasse minimamente dela. Além do que, pelo que você conta, ‘amizade’, ‘companheirismo’ durou um tempo considerável, o que me faz pensar que houve sim algo.
    Sei lá, vale pensar que as coisas mudam, as pessoas mudam… as vezes é dificil entender. As vezes demora pra entender… as vezes nunca entendemos – se é que se precisa entender algo. Só sei que não se deve perder tempo remoendo algo que lhe faz mal. Tente tirar algum proveito bacana e enriquecedor pra sua vida disso.

Deixe uma resposta para Aninha_geo Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *