Mal me quer

E depois de tudo, do meu carinho, do meu cuidado, da minha entrega quase sacrificial, do almoço-delícia que te fiz, do abrigo que te dei, das caronas da madrugada, das palavras carinhosamente escolhidas pra te impressionar, de tudo, tudinho, você não me quer mais (alias, me pergunto se um dia, quis). Ou teu interesse foi uma breve mentira inventada pela minha enorme e assumida carência?

Ok, baby. Mas cadê a dignidade? Cadê o cuidado em me dispensar educada e solenemente? Por que desprezar, ser indiferente e agir como um imbecil cego (ao meu desejo)? Por que matar a pauladas a nossa história que nem ia durar muito mesmo? Era pra ter ficado linda na nossa memória. Uma lembrança safadinha e irresponsável, história boa de recordar e contar.

Mas você, com talento típico dos egoístas, estragou tudo. Sair correndo do meu carro, depois de uma carona oportuna, é no mínimo, deselegante. Desde quando, do alto da minha sensibilidade, passei a ser um fato indesejado pra você? Desde quando? Me conta, vai! Acho que perdi o bonde andando…

Só quero que saiba de uma coisa: hoje você se tornou a antítese do meu desejo. Poucas vezes me arrependo. Essa é uma delas. Arrependo-me de ter dado o melhor de mim pra ter vivido um day after tão medíocre. Repito: de você, quero distância. Não vou ser sua amiga. Não quero te fazer companhia. Não quero dividir a dureza do nosso trabalho. Não me peça favores. Vire-se sozinho. Não vou te dar abrigo. Por mim, morres de sede, de fome, de frio e de calor. Rancorosa, eu? Sim. Não me interessa fazer tipo. Portanto, se afaste. Use a sua indiferença pra ir ainda mais longe de mim. Fará um bom favor.

E daqui de dentro, depois de tudo, brota um sorriso de alívio. Porque eu vou continuar sendo fácil, generosa, pronta para me doar, escolhendo a dedo palavras bonitas e receitas de comidinhas boas. Mas só pra quem me queira de fato. E pra quem o meu desejo quiser. Pra ti, não né? O tempo é matreiro e a vida é grande!

Sair de cena: meu esporte de combate preferido. Adeus.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *