Nojinho de buceta?

A origem do mundo, de Courbet www.francebleu.fr

Quem tem medo de buceta?

Certa vez, transando com um peguete novinho, pedi que me masturbasse. Até que o menino tinha habilidade, mas ficou um tanto incomodado por eu querer isso e não pedir que me penetrasse logo de cara. Daí, quando estava perto de gozar, ele parou e pediu pra eu pegar camisinhas. Como assim, brasil? Estava com paciência porque era a primeira vez que trepava com o dito cujo. Me levantei, peguei a bendita e dei pra ele (a camisinha e a buceta).

E foi tão borocoxô… Não gozei. O homem parecia uma britadeira, mete, mete, mete. Aí a paciência foi diminuindo, assim como o meu tesão, interrompido abruptamente. Pedi que parasse. Ele também não gozou. Estávamos quites. Dispensei o boy e esse, ah, esse não me come nunca mais.

Sabe por quê?

Disse que só fazia sexo oral em namoradas (e eu concluí que o boy sofria da síndrome do nojinho de bucetas). Ok, é uma escolha dele. Não vou obrigar ninguém a ter uma prática que não é a sua. Mas fico me perguntando até que ponto a negação tem a ver com essa cultura asséptica, sem pêlos, com bucetas padronizadas e jovens que se espalha como uma praga por todos os cantos. E me parece que isso é algo recente, sabe? Nas minhas memórias pregressas de sexo, todos os meus parceiros caíam de boca em mim com fome e vontade. De uns breves tempos pra cá, tive a infelicidade de me deparar com homens que simplesmente não curtem fazer isso.

Sim, não curtem chupar, mas adoram ser chupados. Que injusto, não?

Pra completar a inutilidade da noite, o boy ainda questionou se eu era hetero. Por que, né? Quem seria louca de adiar o encontro com o pau-maravilha dele? Porque, se eu fosse uma hetero de verdade, ia querer logo que metesse bem fundo. Desde quando gostar de sexo oral e de masturbação me torna lésbica? Que equação bizarra é essa? Não, infelizmente não sou lésbica. Só queria deixar registrado que muitas lésbicas amam penetração e muitas mulheres heterossexuais não gozam só com penetração. Bem didático, né?

Não existe amor mesmo nessa vida. Recuso-me a entrar nessa. E fiquei orgulhosa de deixar claro que o rapaz tinha sido um péssimo amante. Quase escorracei daqui de casa. Esse não volta mais. Vá pro inferno com seu nojinho e preconceito! Bem longe da minha cama, de preferência.

Sabe, não quero me relacionar com homens que pensam ser o falo (deles) o centro de toda a transa. Pra coisa ser boa pra mim, não rola ter tanta frescura e egoísmo. Quero mãos que me toquem profundamente, línguas que me chupem com desejo até eu gozar e sentidos que saibam reconhecer o cheiro bom da excitação do sexo. Quem não manjar disso, simplesmente, vai ser carta fora do baralho.

Se eu tenho nojinho? Não, nenhum. Tudo que curto que façam em mim, gosto de fazer também. Comigo a brincadeira tem que ser recíproca, que assim me dá mais prazer. Eu dou e como também. Caça e caçador. Tudo isso e mais um pouco. Definitivamente, não tenho mais tempo a perder em um sexo com muitas restrições e caretices. Pior é perceber quando a restrição e a caretice esconde um medo danado de uma buceta. Medo do corpo de uma mulher adulta. Medo de perder uma suposta primazia do falo. Sabem de nada, inocentes!

E um beijo pra quem sabe apreciar uma buceta. Pra quem gosta de olhar, admirar, cheirar, beijar, lamber, chupar. Foder. Com amor, carinho e muita safadeza. Afinal, como num texto que li há pouco tempo, quem ama, chupa. Querem verdade mais cristalina que essa?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

32 ideias sobre “Nojinho de buceta?

  1. Lembro quando saiu aquela pesquisa a respeito do nojo masculino, por sinal, bem interessante, mas que acabou servindo como uma forma segura das pessoas gritarem “viadinhos” num contexto aparentemente não preconceituoso.

    Já encontrei homens e mulheres com nojo do sexo oral, e eu mesmo demorei um tempo até me acostumar com o corpo feminino, pois comecei minha vida sexual transando somente com homens.

    Acho que isso tudo tem um aspecto que é pessoal e que há quem não goste mesmo (aliás, as doenças estão aí para dar até um bom motivo para isso) disso, e há também esses fantasmas todos do preconceito que dirigem as ações das pessoas, enchendo-as de bobagens com as quais elas dirigirão suas, como me parece ser o caso do seu ficante.

    Eu gosto de sexo oral, fazer e sofrer, mas não tenho tesão numa relação que não seja consensual e que meu prazer não ocorra junto com o outro. É chato quando você pede algo ou te pedem algo que não te dá prazer.

  2. Concordo plenamente, chupar uma mulher é arte, não é todo homem que sabe fazer com perfeição, requer pratica e domínio, uma boa chupada leva qualquer mulher a loucura !

  3. “Homens” que pensam que a transa existe só para satisfazer o prazer deles… Me da um ódio que não quero nem mais ver o cara na minha frente.
    Não ha nada mais frustrante de um cara que só vai lá, mete, goza e fim. É 100x melhor ficar sem transar do que ter uma transa ruim dessa. Quer me “usar” pra te dar prazer, sem problemas, mas me dê prazer também!

  4. Até eu, que sou gay, quando não me aceitava e fodia com meninas, sempre fiz o serviço completo na buceta, mesmo a contragosto (apenas por questões de preferência). Ora: se eu vou ter prazer, independente da quantidade e qualidade dele, é meu dever mínimo oferecer prazer!

  5. chupo mesmo, masturbo mesmo, fodo mesmo. E ainda faço gozar na minha boca só para poder sentir o gostos desse mel gostoso que escorre de buceta com tesão.

  6. Não sei se sou anormal, quando leio esses textos.
    Pq eu gosto de fazer sexo oral em mulheres, sinto tesão nisso, mais ate que a propria penetracao.

  7. caraca gostei demais da sinceridade do texto, e realmente a maioria dos homens só pensam neles mesmos, ooo galera se for fazer faz direito né kkk

    adoro chupar uma mulher a ponto dela tremer de tesão isso me deixa no ápice do tesão mas vai entender o resto do povo né

    • verdade. eu gosto de ver pessoas chupando minha buceta eu deixo mesmo, sou solteira e é só pedir q já to baixando a caucinha eu gosto mesmo de deixa a minha buceta a publico.

  8. Conheci um boy na balada anos atrás e na hora da transa fiz o meu trabalho(rs) e quando pedi pra ele fazer o mesmo disse q não curtia. Encontrei ele em 2014, ficamos e novamente ele não chupou, larguei de mão.

  9. Parabéns pelo texto, um desabafo bem feito… É uma pena nessa vida que pessoas que tem pensamentos parecidos não se encontram em ocasiões como essa… abraços

  10. Eu ficava com um boy que amava qnd eu chupava, mas ate ai a gente ainda nao tinha transado, mas qnd rolou, ele perguntou se eu queria que ele me chupasse… Eu disse que essa pergunta nao se fazia, ai ele se tocou e chupou rapidinho, eu perguntei se ele nao gostava, e ele disse simplismente que nao gostava, fiquei furiosa! Ta com nojinho de mulher ? Fala serio, homem que eh homem nao tem nojo, e olhe que eu caia de boca e chupava com gosto!! Mas depois desse dia nao quis nem saber desse boy

    • Deve ser uma decepção muito grande e ate broxante, tenho em mim que o sexo oral e fundamental para se ter um sexo prazeroso e se ambos não estiverem empenhados nesse momento, vai tudo por agua a baixo..adoro chupar….!!!!

  11. Sou mulher adoro ser chupada, e quando eu faço uma oral em meu parceiro sinto maior TZ e meu orgasmo logo vem…e se deixar eu gozo varias vz fazendo oral…me da maior tz….mas essa do cara ter nojo de por a boca na minha buceta acaba com meu tz…e logo coloco pra correr…esse não me vê nunca mais…

  12. Sabe o que faltou nesse texto? Acrescentar que homem tem ódio de quando uma mulher vira lésbicas! Fazer o que se elas fazem muito bem o que os homens nem pensam em proporcionar…

    • Só lembrando que uma pessoa não “vira” lésbica, bissexual, gay, heterossexual.. a orientação sexual não é uma escolha voluntária 😉

  13. Tenho 17 anos, não tenho grande experiência com relações sexuais.
    Eu refleti sobre a sua citação (…)” Disse que só fazia sexo oral em namoradas (e eu concluí que o boy sofria da síndrome do nojinho de bucetas) “(…).

    Eu pensei, você conheceu uma mulher em uma noite, rolou um interesse sexual dos dois, ambos vão para a cama.
    Acho que o homem e a mulher devem ficar com certo receio de praticar o sexo oral, porque não sabem a higiene do “recém parceiro”.
    Não a mulher pelo preconceito imposto de que a mulher deve “obrigatóriamente” fazer o sexo oral no homem. (não acho isso verdade, mas hoje em dia vivemos com essa situação)
    E o homem se não souber se a mulher mantém a higiene pessoal (acho que foi por isso que o seu peguete falou que só chupava namoradas) procura evitar o sexo oral nela.

    Embora eu seja novo e não tenha uma experiência sexual ampla eu sei que para ocorrer um sexo “maravilhoso” devemos acabar com esse “TABU” de que homem não faz sexo oral e que a mulher tem a obrigação de fazer sexo oral no homem.

    Aprender a apreciar a “dádiva” que foi dada as mulheres, acredito eu que seja um dom.
    Porque se fossem todas iguais seria sem graça.

    -Desculpa qualquer coisa, ou qualquer asneira sem sentido que eu escrevi. Sou apenas um adolescente que teve o interesse nessa postagem e que aprendeu um bocado com ela .

    parabéns pelo texto !

  14. graças aos dedos e à língua, o sexo entre marido e eu vai mto bem obrigada, mesmo dps que um acidente o deixou tetraplégico. e nem devia fazer propaganda mas olha… a coisa melhorou exponencialmente…

  15. Chupo sim e vou vivendo tem gente que não chupa e tá morrendo..
    já chupei bucetas de todas as cores
    De várias idades, de muitos amores
    Com umas até certo tempo fiquei
    Pra outras apenas um pouco me dei

    Já chupei bucetas do tipo atrevida
    Do tipo acanhada, do tipo vivida
    Casada carente, solteira feliz
    Já chupei donzela e até meretriz
    Bucetas cabeça e desequilibradas
    Bucetas confusas, de guerra e de paz

  16. Nossa!!! olha que tem muitos assim ainda espalhados por ai e não sabendo esses tipos que, o maior prazer, pelo menos para mim, e poder ver e sentir a satisfação e o gozo de uma mulher, e simplesmente maravilhosooooooooooooooo…indescritível poder dar prazer… e com isso para mim e satisfação plena….bom de maissssssss!!!!!!!!!!!

  17. Sou mulher e acho que ninguém é obrigado a chupar ninguém. Se o cara não gosta, é simplesmente dar “tchau e benção!” para ele. O mesmo as mulheres: vocês não são obrigadas a chupar, se não quiserem. Mesmo que vocês chupem sempre. O que é obrigatório fazer é: O QUE DÁ VONTADE NA HORA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *