Venda nos olhos

Entrou no quarto de hotel conforme haviam combinado por telefone. Tomou duas taças de vinho, um banho e mais duas taças. Era pra ver se a coragem restaria ali com ela. Colocou o roupão e se deitou na cama. Seguiu as instruções. Amarrou a venda nos olhos e esperou. Não demorou tanto. Sentiu uma mão quente tocando suas pernas e abrindo-as. Sentiu um corpo pesado em cima do seu e ouviu a voz do homem que só conhecia pelo telefone. Ele chupou seus peitos, beijou sua barriga enquanto enfiava dois dedos na sua buceta já molhada. Gozou na mão do desconhecido cujo rosto só imaginava.

Sentiu outra pessoa entrando no quarto e ficando parada atrás de sua cabeça. Uma mãos suaves tocaram seus peitos e uma boca macia beijou a sua. Sentiu dois seios roçando sua cara e pôs-se a chupá-los. De repente os dois corpos desapareceram e só reapareceu chupando sua buceta. Dessa vez, foi lhe dada permissão para tocar alguém e botou as mãos em um pau duro perto da sua boca. Uma boca estranha devorava sua buceta enquanto ela chupava um pau desconhecido. Depois trocaram de lugar e aquele pau, que já não era tão desconhecido assim, lhe comia com força e com jeito. A boca macia da moça sugava seus peitos e massageava seu clítoris ao mesmo tempo. Gozava de forma tão intensa que achava que tinha mais mãos e mais bocas ali trabalhando para o seu prazer.

Screenshot_2015-01-05-09-56-29

Adormeceu. Quando acordou já estava sozinha no quarto e na cama. Não tinha mais as vendas nos olhos. Exausta, tomou o último banho e a última taça de vinho. Vestiu-se e saiu para abraçar o mundo com as pernas. No caminho, comeria um sanduíche enorme.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

2 ideias sobre “Venda nos olhos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *