É Dia de Renata Lins

Hoje é aniversário da nossa bisca Renata Lins e eu vim escrever um post fora do calendário. Extraordinário. Gosto dele ser assim, porque assim combina com ela, que é uma pessoa fora do comum, fora da norma, fora da curva, fora da risca.

545343_3701592066429_1073878621_n

Poderia dizer que a Renata é como o futebol: uma caixinha de surpresas. E a piada seria boa, mas não seria tudo. Como uma taurina da gema ela é segurança, conforto, estabilidade. A gente sabe que pode chegar que vai ter: colo, afeto, calor.

Sabe aqueles bordados que a gente vê e parecem simples? Elegante, bem desenhado, cores definidas, poucos elementos e tal? Aí você chega perto e descobre que arranjo daqueles tem um incrível trabalho por trás, tudo muito sofisticado, intrincado, complexo e diversificado? É ela.

Quando penso em Renata, penso primeiro em corpo: a Renata é em unhas coloridas, em lábios que riem, em mãos que tocam, em cabelos que esvoaçam, em colo que acolhe cores e colares. Em voz. Quando leio a Renata, é como se a escutasse. Sempre foi assim, antes mesmo de nos encontrarmos e eu saber sua voz. Suas letras são concretas, materiais, se fazem próximas. E é engraçado, porque corpo é um lance tão transitório, né, ele muda. Ele está sempre mudando, até que deixa de ser. Deixa de ser um corpo e tudo e tal. E a segunda coisa que penso, quando penso na Renata, é permanência. Ela tem um jeitinho de chegar que parece que sempre esteve. E um jeitinho de ficar que faz sentir que sempre estará. Mesmo no depois de tudo. De qualquer coisa.

É engraçado fuçar os arquivos do blog pra encontrar o dia exato em que ela caiu na rede. Veio com o Wando, foi ficando, a gente enlinhando, ficou. Está. É. O BiscateSC é quem é, do jeito que é, também pela sua constância. Pela sua presença. A gente pode contar. E pela sua imprevisibilidade e sacadas geniais.

Se eu fosse resumir, diria assim: Renata não deixa a peteca cair. E com que graciosidade a mantém em movimento!

Procuro as coisas mais gostosas pra lhe desejar nesse dia e penso em coisas gostosas e lembro dela mesma. Então, que seja: querida, que seu dia seja em renatas. Um aniversário feliz e biscate. Biscatemente feliz.

PS. Essa musiquinha sempre me faz bem. É que nem você na minha vida <3

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

6 ideias sobre “É Dia de Renata Lins

  1. Lu, faz tanto tempo, faz tão pouco tempo, o que é tempo mesmo? Um tempo gordo, um tempo melado, um tempo de peso, um tempo saboroso. Um tempo sonoro das risadas, molhado das lágrimas de vez em quando, um tempo macio de abraços, suave dos afetos, leve nas alegrias, solidário nas dores.
    Esse o tempo.
    Nosso tempo.
    Obrigada por tudo.
    A você e às biscxs tudo que tornam minha vida mais colorida e barulhenta, mais bonita e mais minha vida.
    Aquela vida mesmo que era a que eu sonhava.

    • Ai, Rê, como é que eu nem tinha visto esse tempo nosso cabendo justo num comentário e se espalhando, imenso, pelos calendários que já foram e pelos que ainda vão ser?
      Essa vida que se torna mais nossa vida com os que são nossos <3

      love you

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *