Hoje Eu Me Diverti Muito…

delirios-de-consumo-de-becky-bloom

Começando no shopping. Fui pra pagar as contas da Marisa, porque né? Depois de ter o crédito cortado em tantas e num sei quantas lojas (não, não vou me explicar…) é aonde ainda posso comprar em não sei quantas vezes.

*Obrigado, Marisa, por me fazer todo mês ter que ir até à sua loja mais próxima pagar meu cartão e consumir mais… (Sim. É isso mesmo: não discuto propaganda machista da Marisa porque não posso pagar à vista em outros lugares, me julguem…)

Mas enfim… É … enfim… o limite do cartão da loja amiga dava apenas pra bolsa lindona de creusa, costurada provavelmente por escravxs (bolsa só troco a l’única de mãe solteira “básica” de dois em dois anos e já fazia três desd’aquela grana e Jah é legal e eu tenho bom gosto, por necessidade e tals (sim , podem me julgar pela escrita necessária de caraminholas entre parênteses, eu deixo).

Enfim, enfim, enfimmmmmmmmmmmmmmm… comprei a tal da bolsa lindona de creusa. Pedi em preces enquanto anotava as parcelas, que visse (por favor!) de mão de obra honesta, inocente que sou…

Daí que depois de arrumar troços numa praça de alimentação e dar a bolsa antiga (saudades para sempre em meu heart!) pra moça da praça de alimentação, pedindo desculpas e tals (mas era só para não acharem que eu estava jogando uma bomba na lixeira), capitalista que sou, e já me sentindo mais dadivosa, senti no âmago do meu ser que precisava de uma nécessaire. E de uma carteira. Cronometrei R$ 40,00 reais e uma hora em lojas populares.

Até que ela chega, aquela biscate sensual, me oferendo em voz rouca e lúbrica:
– Você já tem o cartão da… (inclua o nome da sua empresa aqui depois de pagar nossa percentagem). Fazer o que? Eu disse sim, facinha que sou. E que horror, aprovaram-me créditos e ainda me deram 1.200 royais com dez por cento de desconto apenas pra ontem.

Ai. Ai.

Não podia comprar a sandália a mais nem tampouco aquele jeans. Mas eu o vesti. E lembrei. Que há mais de seis anos eu não em permitia comprar nenhum jeans que custasse mais de R$ 70 pilas. Daí aquela calça me abraçou em gostosuras, e sequer pinicava em troca do carinho oferecido, vejam só que horrror!!! E porra, a sandália era linda e acreditem eu só tenho sete pares dessas coisas de pés…

Comprei mais. Comi no chinês e ainda cometi a insanidade de pegar um táxi pra casa. Desculpem.

Aí eu decidindo morrer porque “como assim eu posso pagar?” a amiga ligou. E eu tinha tanto para fazer, mais contas inclusive. Mas né? Saímos para comemorar aniversário. Porque ela sempre foi dessas.

Me diverti ainda mais.

Ca cara daquele cara quando eu disse que eu mesmo pagava minha conta e não íamos esticar pra porra de lugar nenhum. Ca cara daquele outro quando eu disse que ele era ridículo por achar que… Ca cara de tacho quando eu disse que não, eu não tinha emagrecido, e na verdade aquela era uma comemoração não só do aniversário da amiga, mas também do meu novo manequim de calça jeans, bem maior desde que…

Então. Sério. Né? É isso que é ser LibFem? Me emponderar aos quarenta anos, depois de muitos abusos em prestações? Te pago uma cerveja e daí você me explica melhor, ok?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Uma ideia sobre “Hoje Eu Me Diverti Muito…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *