Não faça e tenha sexo explosivo!

Beijo-Grego-Allison-Williams-Marnie-Michaels-

Amiga leitora Biscate,

da buceta peluda ao “que não fazer na frente do bofe”, a receita de sucesso de um relacionamento prazeroso parece não ter mudado muita coisa. Continuamos recebendo as boas e ~ infalíveis ~ receitas do bem viver, baseadas nos princípios do “não pode. Não deve. Não faça.”

Até dá pra fazer de conta que as dicas são democráticas, pra elas e pra eles. Mas, no fim do dia, as regras, amiga leitora, parecem existir só pra gente mesmo.  Pensemos aqui nas revistas, sites e colunas, na perspectiva da heteronormatividade.

Não deixe ele perceber suas dobrinhas.
Não deixe ele notar suas celulites.
Não deixe a depilação vencer.
Não seja tímida.
Mas, não desinibida demais. Deixe pro mistério.
Não seja muda. Fale palavrão, mas não muitos.
Seja lady. Seja puta. Mas, não muito.
Se solte. Mas, não seja mandona.
Assuma o comando, mas não deixe ele perceber.
Deixe ele perceber, mas finja.
Finja, mas goze.
Não seja tímida, mas não fale demais.
Fale palavrão, mas não deixe ele por baixo.
Seja bem resolvida com seu corpo, mas não deixe ele notar suas celulites.
Tenha orgulho das suas dobrinhas, mas não fique por cima.
Seja sexy. Não seja vulgar.

Agora, se você está pensando que só tem regra pra cama, amiga leitora Biscate, devo te informar que você é uma ingênua. Ouvimos rumores que tem pro chuveiro também. E se você quer a extensão da trepada lá no quadradinho do box, prestenção no índex. Mesmo que seja só pro banho mesmo.

Não pode fazer xixi.
Não pode soltar pum.
Não pode olhar pra ele.
Não pode deixar o sabonete entrar na buceta.
E o mais intrigante de todos: “água não é lubrificante. Portanto, nem tente.”

Aqui, suspeito que tem o mistério do inominável. Do sexo que não se pode dizer o nome. Mas, pelo que entendi, é sobre anal, né? É disso que se trata.

Não pode sabonete na buceta. Não pode água no cu.

Portanto, amiga, leitora Biscate, nem tente. Nem tente a buceta peluda. Nem tente dar pum. Nem tente não depilar. Nem tente fazer xixi! Nem tente olhar pro cara. Nem tente não olhar. Nem tente o chuveirinho. Nem tente querer transar. Nem tente dar o cu à secas. Ou à molhadas. Que agora fiquei confusa.

E viva a constipação e a colite! Que se dane. Apenas, finja que a ducha é uma cachoeira e sensualize enquanto lava o cabelo. É o que te cabe. É o que se espera. Deixe a mangueirinha pra ele. Fique no canto. Não seja espaçosa.

Esteja. Mas, não seja

E que tal nos anteciparmos, querida leitora Biscate, e irmos pra cozinha, então? Saiu do chuveiro, pensou em fazer uma boquinha e aproveitar pra dividir com seu boy esse pecado da madrugada. Obviamente, nada é tão simples quanto parece.

Listemos, pois, as regras pra cozinha.

Não pode objetos cortantes.
Não pode pepino gelado.
Não pode lavar a louça e trepar.
Não pode sujar a mesa.
Não se suje.
Não roube o sanduiche dele.
Não coma demais.
Não arrote.
Melhor nem coma.
Não beba água.
Não faça xixi (lembra?).

Geleia não é lubrificante.

Na próxima semana, querida leitora Biscate, falemos da lavanderia. Por via das dúvidas, já sabe. Ao contrário do que dizem, não pode na máquina de lavar. Ah, mas nem pense.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *