O test drive do coelhinho do prazer

Já que tão fudendo a gente todo dia, já que a cada dia a gente acorda e tem um 7 x1 diferente pela frente, que tal fuder da forma gostosa de verdade? Que tal fazer um 5 x 1? (desculpem, piada horrível, num resisti) .

Mas como fazer isso se: tô cansada, solteira, o bofe ou a gata mora longe, estou com a mão engessada, a cara metade tá fazendo doutorado? (sei lá, mil questões)  Seus problemas se acabaram-se! (ao fundo toca a musiquinha das organizações da tabajara)

Amiga-companheira-feminista que curte um sexozinho ilícito, se jogue no maravilhoso mundo dos sex toys. Ah, mas eu tenho vergonha, ah mas se eu comprar pela internet o porteiro vai ver, ah mas o marido/parceiro/boy/gata/peguete/etc não vai gostar, vai achar que estou substituindo ele/ela, mais outros trocentos argumentos baseados no desconhecimento, medo, vergonha e temperados no preconceito.

Amadas amigas-amantes-biscates, em primeiro lugar a gente tem menos orgasmos e menos prazer quanto menos se conhece. Para isso a gente deve explorar nossos pontos, nosso ritmo e nossas imaginação. Dedos, mãos e sim, por que não, brinquedinhos. Claro, dedos e mãos são imprescindíveis. Acho incrível como se fala pouco de masturbação feminina quando é sabido que nosso orgasmo é muito mais clitoriano que vaginal (sobre isso indico esse post ótimo) . E para isso além, óbvio dos dedos, a gente pode usar os deliciosos vibradores clitorianos.

Em segundo lugar as sex shops podem parecer lugares amedrontadores com umas parafernálias esquisitas. Então chame uma amiga ou um grupo ou vá ou ainda compre on line. Eu já comprei, mais de uma vez, juro que o porteiro não vai saber o que está chegando, a embalagem é comum, de entrega e não há logomarca de identificação etc. Ademais, se o problema é vergonha, sozinha em casa na internet a gente pode fuçar mais, né?

Em terceiro lugar: sex toy não é substituto pra nada, é só um outro tipo de sexo. Tem tantos… Ah e não, não vicia, não faz mal, não dá doenças e tal. É delícia. Mas, e então?

Antes, parêntesis: vou esclarecer que esse blog não é um blog patrocinado e eu não sou a Pugliesi do sexo. Mas, sim, vou indicar algumas coisas. E, bom, pra indicar a gente faz test drive, né? Se o pessoal faz test drive de carro por que não fazer de sex toy?

O fantástico mundo dos sex toys vai bem além dos dildos (ou pênis, prefiro dildos, já que pênis é só o de verdade e só conheço alguém que tinha um na caixa:  Perpétua da novela Tieta  e óleos. Atualmente os materiais são bem mais duráveis, mais fáceis de limpar, alguns têm bateria recarregável (adeus pilhas, o bolso agradece, a natureza também #sexosustentável #marinasilvaaprova) e tem design e cores que são um charme.

Sua mãe, a faxineira (a minha perguntou se era brinquedinho dos gatos <3), a vizinha frutriqueira, a cunhada até vão ver na sua mesinha de cabeceira e pensar que, sei lá, é um despertador, um timer e você aderiu à técnica pomodoro. Tudo bem diferente de quando comecei a frequentar sex shops (uns 18 anos atrás), quando os dildos eram de um plástico horroroso.

coelho 2

Daí que como o orgasmo mais delícia é o clitoriano e adoro um design resolvi fazer um test drive com o produto queridinho do https://fluidlab.com.br/ – o laboratório do prazer – e assim chegou aqui em casa o  coelhinho estimulador (olha que coisa fofa, gente!).

coelho1.1

O fluidlab é uma loja on line com um blog com uma proposta muito diferente dos demais sex shops, a gente percebe de cara no visual mais clean, bonito. É de uma amiga também feminista. O site tem informações sobre sexo, saúde da mulher e uso e conservação do seu brinquedinho. Vale a pena ler os posts, muita informação bacana. Inclusive um ótimo post sobre masturbação .

Vamos ao que interessa né?  Para que comprar vibradores se eu posso fazer isso com a minha mão? Olha, você pode e deve fazer isso com suas mãos e dedos, você tem que conhecer seu ritmo, seu tempo e gozar é uma delícia, mas garanto que, assim como as sensações com cada pessoa que transamos são diferentes, o gozo com um estimulador também é diferente. É outro tipo de delícia, bem como de um estimulador para outro também há diferenças ( como na vida as pirocas são diferentes né, gente,  pode mudar por causa da velocidade do aparelho a maciez do material etc.

Eu tenho 2 vibradores/ dildos que tem estimulador clitorianos acoplados e já os usei sem penetração também. Qual a diferença que achei pro coelhinho? Bom, em primeiro lugar: design. É lindo! Muito fofo e discreto, guardo na gaveta da cômoda. Ademais ele não precisa de pilhas, é recarregável, a bateria dura 2 horas (testei e durou pra eu gozar umas 3 vezes  e não acabou ulalá). O material é de altíssima qualidade. Ele tem 3 velocidades que a gente controla apertando o controle que são os olhinhos do coelho. Mas, olha, de todos os que tenho, achei a velocidade, digamos, mais potente e gostosa. Tenho usado muito para relaxar e dormir. Indico muito, principalmente se a sua cota diária e 10 homens pra sexo ilícito não estiver chegando ao destino (aka sua cama).

Mas vibrador clitoriano é pra usar somente sozinha? Então… resolvi fazer mais um test drive, dessa vez acompanhada ( ui), aproveitando uma viagem curtinha no feriado e… pois bem, o coelhinho foi bem útil. A gente não tem medo dele ser visto no raio-x da bagagem de mão do aeroporto, né? Parece um brinquedinho qualquer. Mas olha, como foi útil o bixim… De bruços e ele embaixo encaixadinho no clitóris foi ótimo! E depois descobrimos novas funções pras orelhas do coelho, pode entrar em alguns lugares e tal, até porque o material dele é fácil de limpar e bastante higiênico.  Ah, enquanto isso… a bateria lá, firme e forte. Duas horas sem sair de cima, ou de baixo, ou de dentro….enfim…  Sim, claro, sex toy não tem limite de uso, cada um faz com o seu o que quiser, a imaginação não tem limites.

Espero ter em breve grana para comprar mais uns sex toys novos. Por enquanto, de olho em bolinhas porque pompoar é tudo de bom ( fica a dica).

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

5 ideias sobre “O test drive do coelhinho do prazer

  1. Prevejo longa vida pra esse post tão útil e bem escrito. Adorei, Iara! Ótimos comentários, espero que em breve tenha o das bolinhas!
    E sem ser patrocinado é muito melhor.
    Fazemos só pelo prazer…. 😉
    Beijo!

  2. eu tenho um desses e o meu quebrou quando coloquei sem jeito na mochila. uma das orelhinhas ficou com um mau-contato e agora não funciona 🙁

    fica a dica, cuidem direitinho e não coloquem em lugares que possam amassar ou dobrar as orelhas!

    era o meu toy preferido, estou arrasada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *