Revolução

Que ninguém nunca mais tenha que cortar a si mesma para caber dentro de um nome, uma caixa, um relacionamento, uma diretriz, uma norma. Que nossos erros sejam nossos, sejam pulverizadores, sejam construção. Que saibamos que todas somos faltantes, todos, que os certos e errados são nossos e de mais ninguém. que saibamos perdoar as mágoas, que possamos renascer em dias felizes, que possamos aprender que amar é verbo expansivo, que possamos florescer nas tempestades e rios cheios, que possamos ir além do evangelho. 

Que possamos transgredir a mentira do outro para ele mesmo, que possamos diluir a ideia que fazem de nós. Que possamos ser a mentira que quisermos, que possamos calar, individualizar e virar manto coletivo, que consigamos adentrar os julgamentos com a cara limpa de quem é, de quem ultrapassa as sentenças condenatórias para apenas voar para além do gesso dos dedos que nos apontam. 
 
Que se quebrem os gessos, todos, um por um, que se calem as maledicências de quem não olha pra si mesmo, que se rompam os silêncios e caras feias de fome de vida. Que os sofrimentos sejam cada dia mais desnecessários, porque viver, viver nos ultrapassa em ventos abertos de horizontes farto. Que a leveza possa ser uma escolha, que a vida renasça a cada ciclo acolhida pelo jardim, que as mãos estejam sempre sujas de realidade. E que saibamos sempre viver a vida possível. Está tudo bem do jeito que está. Embora haja tanto mar e tantos novos e melhores mundos para serem construídos. 
 
Que ninguém mais precise rimar amor com dor, que se soltem as selas e os cavalos selvagens possa correr e ter para onde voltar, que a água seja límpida, aquela que vem de dentro da nossa sede, que amar possa finalmente ser um verbo expansivo, que as travessias penosas nos ensinem a sermos flor de vento que sorri nos redemoinhos. 
 
axé. eparrei. correnteza, chão de terra, trovão, clarão. 
 

revolução.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

2 ideias sobre “Revolução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *