De Noite

Aquela pele clara, a respiração dele em seu pescoço, ela nem conseguia acreditar que estava sentindo o calor dele, o cheiro dele a deixava tonta. Ela se virou e olhou nos olhos dele, e viu aquele olhar de entrega. Ele falou “Me beija!”, ela beijou e com uma das mãos apertou a cintura dele pra perto dela. Ele apertava sua bunda enquanto ela colocava sua perna por cima da dele, a outra mão dele estava entrelaçada na dela, sim eles estavam de mãos dadas!

Ela era apaixonada pela bunda dele, pelo peito, pela barriga, pelas coxas, eles se achava magro demais, ela o achava maravilhoso, ele se achava alto demais, ela só queria sumir naqueles quase 2m de altura e ficar lá sentindo o gosto, o cheiro, o toque dele. Ela falou no ouvido dele “Te amo!”, era amor, construído de forma linda e numa conexão que nunca sentiu antes. Ele sorriu, ele não gostava do próprio sorriso, ela amava o sorriso dele.

“You’re in my mind all of the time
I know that’s not enough
If the sky can crack
There must be someway back
For love and only love ” – U2, Electrical Storm

Ele disse “deita!”, ela deitou de barriga pra cima, ele se apoiou por cima dela, beijou sua boca, seus peitos, beijou e mordeu sua barriga, desceu até a virilha, beijando as coxas e a virilha, abriu suas coxas, beijou e mordeu enquanto ela segurava os ombros dele com ambas as mãos, ele olhava pra cima, parecia sorrir com os olhos e continuava, sugando e beijando.

Assim que ela gozou, ela pegou a camisinha na mesa de cabeceira – “vem cá”, ela disse, ele deitou e ela colocou a camisinha nele, ela deitou por cima dele, o encaixe era perfeito, ela sempre soube que seria. Ele apertava seu bumbum, ela segurava em seus ombros, ela adorava os ombros dele. A respiração ficou mais forte, os movimentos mais rápidos, ele estava com o rosto vermelho, estava lindo, ele subiu as mãos pelo corpo dela, passando pelo pescoço e chegando em sua cabeça, ele alisava a cabeça dela, ela descobriu que sente muito tesão na cabeça desde que começou a raspá-la.

Ela sentiu o corpo todo arrepiar, ela iria gozar, ele também iria, sentiu por sua respiração….

Nesse momento o despertador tocou e ela acordou, mais uma manhã comum. Abriu o zap e viu o boa noite dele, deu bom dia e foi pra sua rotina de todo dia. Sem ele.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Uma ideia sobre “De Noite

  1. Gostei de tudo, sexy e talz… mas gostei especialmente de conseguir colocar a camisinha no clima, sem parecer forçado ou panfletário. Que bom que você voltou, yay.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *