Biscates em luto, na luta pela liberdade sempre

Minha coluna em luto. Eu. Vocês. Elas. Todas.

Dadas como presente, de outrem a outrem.

Elas não. Não tiveram palavra. Eram só corpos.

Como fica a liberdade em tempos de estupro coletivo? Hoje só me calo.

Ser biscate é um privilégio.

* * *

Este texto se refere ao estupro coletivo seguido de assassinato de respectivamente sete e duas mulheres, por dez homens, no município de Queimadas (PB). A mídia não disse, ninguém quase disse, então é nosso dever dizer. Um crime de gênero contra mulheres – esse mecanismo tão cruel de cercear a liberdade de nossos corpos. Leia textos muito bons sobre isso aqui.

Não dá pra calar: Estupro Não é Sexo!

Esse post faz parte da blogagem coletiva de repúdio ao caso de Queimadas, convocado pelas Blogueiras Feministas e pelo Luluzinha Camp. Para fazer parte, basta externar sua indignação e reportar para que seus posts sejam linkados nas páginas desses blogs.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...