Trilha Sonora Para…

musica-sexoMúsica pro vuco-vuco, pro rala e rola, pra vem minha nega, pra pode vir quente que eu estou fervendo, quem tem? Essa foi a pergunta que fizemos pras leitoras e leitores do nosso clubinho e que rendeu uma lista incrível.

Tem aquelas músicas que só de ouvir dá aquele comichão por dentro, né? Trilha sonora pro roça-coxa, pro esfrega-sfrega, pro roça-roça, pra chamegar. Música que ajuda no arrepio da pele, no umedecer e esquentar das partes.

Algumas vezes é uma canção que lembra um alguém ou um encontro específico. Outras invocam a imaginação, provocam os desejos adormecidos e aí… ah, não tem jeito. Tem música que lembra sexo, simula sexo, dá vontade de fazer sexo.

A gente pensa em striptease, devagarzinho tirar a roupa e chutar os pudores? Pois tem Joe Cocker pra apimentar a brincadeira….

 

Ah, o lance é o comecinho, acender o fogo, preliminar divertida, sexy, sensual? Toca Rihanna:

 

Prefere algo menos pop, AC/DC cai como uma luva:

E nós não fugimos do clichê, nós abraçamos o clichê, colocamos o clchê na roda e o celebramos. Ainda mais essas que parecem perfeitas na composição de qualquer cenário… Mesmo quem não sabe francês, já imagina o que Serge Gainsbourg e Jane Birkin estavam fazendo aqui:

 

E pra mostrar como o clichê pode ser uma delícia, chega mais com Bruce Springsteen

 

E a música brasileira também dá (opa) sua contribuição para engrossar o caldo das musiquinhas que pedem pele na pele, língua na pele, língua na língua e volúpias mil. Como não pensar em Cavalgada, de Roberto Carlos, na voz maravilhosa da rainha Bethânia?

 

Ainda com Bethânia, é só tocar que acende tudo, que deixa tudo morno e pronto, hein:

E se alguém está pensando que só tem coisa antiga nessa vibe, olha aí, somos um clube antenado com as novidades musicais e coroamos essa playlist biscate com essa delícia chamada Johnny Hooker:

 

Não vai tirar a roupa hoje a noite, não tem namorado, flerte, encontro inesperado, tinder dando sopa? Faz mal não, pense numa sanfona, pense em Gonzaga, pense em forró, pense em Alceu. Só o clipe já vai provocando uma quentura bem biscate..

 

Como comprar seu vibrador ou divertindo-se num sábado à noite

Você já tem um vibrador? Já pensou em ter? Se não pensou, deveria. Garanto que é um brinquedo muito útil, melhor ainda que seu celular. Juro. E até mais barato.

Primeiramente precisamos deixar claro dois pontos: o vibrador não é competidor ou  substituto de um homem, é só uma outra forma de ter prazer, junto com a masturbação. Se você não se masturba, deveria, porque quem não se toca não conhece seu próprio prazer e não saberá também guiar o parceiro até lá. Os rapazes não nascem com mapas sobre nosso prazer, nem nós sobre os deles, aprendemos mutuamente a cada relação, pois as pessoas são diferentes, reagem de formas diferentes a toques, beijos, palavras.

Mas voltemos ao vibrador. Ele é uma forma deliciosa de você tanto se conhecer como se divertir sozinha ou  com o parceiro, sim, muitos caras gostam de observar ou usar o vibrador com você e até existem modelos de vibrador feitos pra serem usados em conjunto. Vem comigo nessa viagem. Cada tremida é um flash! As dicas são baseadas na minha experiência pessoal, ok?

1260810641_0

1 – Em primeiro lugar ao comprar não indico os feitos de vinil, fuja deles! são os mais baratos, mas duros de doer, literalmente doer. foi o meu primeiro, logo parti pro segundo. prefira os de gel ou de silicone (o melhor, mais higiênico e fácil de limpar), tem uns coloridos bem legais…

Vibrador-rotativo-Rabbit-groupon-39810833_1401475399153

2 – Muito grande? muito grosso? No artificial pode doer ou no mínimo incomodar. O velho e bom tamanho comercial acho mais indicado(15 cm) pois vibradores, por mais macios que sejam (soft skin), são mais duros que pênis e muito grandes ou grossos incomodam. É claro que tudo depende do uso, se será só estimulação do clitóris, penetração anal ou vaginal. Mas nesse tamanho permite usos mais versáteis. O grande é difícil para penetração, principalmente anal.

3 – Para as mais avançadinhas para penetração anal indico os mais largos na base. existem inclusive modelos específicos para a prática, os pra homens são curvadinhos pra alcançar a próstata e os de iniciantes são mais finos.

4 – Vai um gelzinho aí? Pessoalmente nada melhor que o KY da Jhonsons mesmo, sou afeita a alergias e nunca tive problemas com ele, mas já usei o Olla também. Vibradores repito, não são pele, então se for pra penetração, principalmente anal ( tem quem curte, e isso não é crítica só um comentário), use o gel. Para vaginal vai depender do seu grau de lubrificação, bem como para o estímulo do clitóris.

5 – Indico usar camisinha no vibrador para penetração. torna mais fácil, mais confortável, evita possíveis alergias (sim acontece viu? já que é borracha mais dura), melhor de limpar e principalmente com isso aumenta a vida útil do brinquedinho. Tive um que estragou de tanto lavar (ops), entrou água na bateria. Enfim, camisinha sempre. Até no vibrador.

6 – Os  vibradores com estímulo clitoriano são os melhores! Como o rabbit igual ao do Charlotte no Sex & The City (lembram que ela quase viciou??) mas não precisa começar com eles porque são bem caros. Se puder comprar lá fora , acho uma boa , porque é a metade do preço. Uma amiga me trouxe um rabbit na mala morrendo de vergonha de ser pega na alfândega.

7 – Há vibradores feitos pra usar mesmo a dois: o We-vibe (maravilhoso, mas também dá pra usar sozinha, mas ó… melhores orgasmos da vida!), o anel peniano vibratório ( achei chato de limpar, gruda nos pêlos e estragou rápido, mas não é muito caro)  e o pênis duplos para as meninas <3.

8 – Por último: você tem vergonha de ir a sex shop do bairro? Dá pra comprar pela internet em um monte de sites e eles entregam em pacote fechado, papel pardo e tal e não dá pro porteiro saber o que é #dica. Mas também pode ir à loja tranquila com as amigas, em geral ao pessoal é bem treinado para deixar a cliente bem a vontade, falam de vibrador como se fosse de pizza, novela, etc. E as lojas costumam ter promoções bacanas cursos de pompoar (indico muito), de strip tease e outros.

Essa coisas não são para você agradar o parceiro que isso aqui não é a dicas de nuóva. Essas dicas são pra você agradar a si mesma e gozar muito porque gozar é tudo de bom na vida. Sozinha ou acompanhada.

E pra quem não se animou a se tocar com esse post, a Rosana deixa um recado…

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...