Resumo Biscate e uma dica imperdível

Todo mundo com saudades do Cláudio? Por isso vamos começar o domingão biscate com ele. O Cláudio encontra uma imagem que é a cara do nosso clube, nos manda de presentinho com legenda e tudo, e a gente publica e se diverte aqui):

dica

Wild

E, no resumo da semana, uma trilogia daquelas de imprimir e distribuir pros amiguinhos. No blog Recordar, Repetir e Elaborar a Camila Pavanelli escreveu três posts pertinentes sobre a questão do ravenge porn:

O Problema Mesmo é o Machismo: “O problema não é que ela transou. O problema não é que ela tirou foto enquanto transou. O problema não é que o ex-namorado é louco e/ou mau-caráter e ELA deveria ter arrumado homem melhor. Em suma, o problema não é que ela estava usando minissaia, como costumam dizer em caso de estupro”. (leia o post completo aqui)

Precisamos Falar Sobre Sexo: Eu acho, em suma, que um dos caminhos possíveis é falar mais sobre sexo. Com mais gosto e mais vontade. Mais biscatagem e mais zuêra. Sexo, afinal, não é uma coisa para ser levada assim tão a sério. Lembro de uma entrevista em que o baterista T. S. Monk se queixava da seriedade e da sisudez de jovens músicos preocupados em “resgatar a tradição do jazz” e coisas assim. Ele disse algo que nunca esqueci: “olha, eu vou dizer o que é um assunto sério – a guerra é um assunto sério. Quando estou tocando, eu quero é me divertir”. E é isso. É tão isso. Sexo não é para ser “encarado com responsabilidade”. Vamos deixar a responsabilidade para a hora de pagar as contas, gente. Sexo é para desfrutar, gozar, se divertir e se apaixonar. (leia o post inteiro aqui)

Precisamos Ouvir Sobre Sexo: Se nós, os velhos jovens de outrora, quisermos realmente oferecer algum apoio aos jovens de hoje em dia, a primeira atitude a tomar não é sair dizendo o que eles devem ou não devem fazer. (Especialmente em se tratando de um assunto tão delicado quanto sexo! Você gostaria se lhe dissessem “olha, eu sei que você gosta de transar na posição X, mas você está errado: a posição Y é melhor pra você”? Então por que você acha que um adolescente gostaria de ouvir você dizer que a transa dele deve ser assim ou assado?). A primeiríssima coisa a fazer é, simplesmente, ouvir. (leia o post inteiro aqui)

E no Biscate?

Por aqui tivemos, de trás pra frente: o delicioso perfil da Niara, uma descoberta alegre, uma conversinha sobre ser boa de cama, uma manifestação poética e um post arrasador sobre o que fazemos com e da vida.

Resumo com cheiro de festa

Domingão rima com resumão. Então, sem delongas, vamos dizendo que foi uma semana de inquietações. Na segunda tivemos Raquel e sua pergunta Você ainda sente?, na terça-feira a bisca-graúna-borboleta tava aqui, nos cutucando sobre as Escolhas, na quarta a bisca-convidada que assina como Fred também tinha uma questão: O que é que eu vou fazer com essa tal liberdade?, na quinta a Jeane nos deu um respiro, ainda era uma pergunta, mas com uma dica: não é o tamanho do pé, mas o passo que damos com ele, tá lá, no post Vergonha dos Pés?, sexta-feira foi dia de mais uma convidada, a Cristina, num ritmo gostoso nos contando como é ser uma #Biscate #Platônica.. e fechando a semana, no sábado, temos as belas fotos do Toni Miotto nos apresentando Artistas Latinas.

Mas esse domingo não é só de resumo, é também de festa! Toda bisca celebra o aniversário da nossa bisca-menina-moça-mulher Cláudia Gavenas.

todo mundo na festa bisca da Claudia

todo mundo na festa bisca da Claudia

Cláudia chegou no clube um pouco tímida, um pouco arisca, bisca em formação, olhos arregalados e muita beleza pra dizer. E disse. E fez. E se fez. E, no processo, foi encantando. Biscateando. Sentindo. Sendo. Linda, inteligente, terna, é um prazer compartilhar esse clube com ela. Assim, no lugar de irmos espiar o que a biscataiada tava fazendo e dizendo em outubro do ano passado, vamos deixar aqui seis posts da Cláudia pra você comemorar conosco essa linda caminhada rumo à biscatagem:

Primeirão, com o sugestivo título: Como nasce uma biscate?.

A sua #AlmaBiscate: Prefácio

Toda biscate reconhece o #ErotismoEmNós: Verdes

E um chega pra lá nas Receitas Indigestas

Biscateando em marcha: Somos muito vadias. Quanto mais vadiagem, melhor!

O mais recente: Isso também é assunto meu.

E nosso momento gostoso com o Cláudio vai como um presente/dica pra aniversariante do dia (todo mundo lembra, não é? O Cláudio encontra uma imagem que é a cara do nosso clube, nos manda de presentinho com legenda e tudo, e a gente publica e se diverte aqui):

biscate004_deixa

Deixa..

Resumo Biscate

Eita que hoje a biscataiada demorou, né? Todo mundo na rua, huumm, biscateando. Mas não esquecemos que domingo é dia de Resumão. Vamos a ele?

resumão

Essa semana tava todo mundo afiado… Ontem mesmo a Renata Lins nos lembrou que tem a Hora de Ir e a biscate vai, ás vezes com o coração pesado, mas sabendo que as outras esquinas, os próximos sorrisos. Na sexta a Lis Lemos partilhou a “reforma” e as implicações de colocar Ordem na Casa e ainda nos contou a beleza: seu lugar tem cheiro de anis. No texto de quinta a Niara nos levou oscilando entre gargalhadas e reflexões no seu delicioso texto Sou flôxa. Na quarta tivemos bisca convidada, daquelas que é chegada a um bom papo e vem com mais perguntas que respostas… tem boas ideias, passa lá no Biscatinha Social Club e comenta. A terça foi dia da Sílvia Badim revirar nossa alma com seu Amor Amigo. E a semana começou com tudo com o Augusto fazendo sua Ode ao Cutuco (#quemnunca tá perdendo).

E por falar em saudade? Opa, vamos lembrar do que se falava um ano atrás?

No dia 30 de setembro estávamos em plena quinzena #ErotismoEmNós e lá vinha a Renata Lima com o convidativo: Façamos.

Começamos o mês de outubro no clima, dia 01 de outubro lá estava o Augusto com seu esclarecedor Sobre Beijos e Línguas.

Dia 02 de outubro, com a tag #ErotismoEmNós pegando fogo, foi a vez da Cláudia dizer a que veio com seu Verdes e todo o erotismo que um olhar comporta.

Dia 03 de outubro tivemos convidado biscate com sotaque e delicioso texto Silent Night.

Dia 04 de outubro a bisca-borboleta Luciana não sabia responder ao Chico Buarque sobre o que será que dá dentro da gente que não devia, mas bem tentou com uma lista de sugestões eróticas que passeia por todos os Sentidos.

E dia 05 de outubro ainda na vibe do erotismo, encontramos Sara e uma memória poderosa, revivida Quinzenalmente.

E mesmo em cima da hora a gente não vaiabrir mão da companhia gostosa e biscate do Cláudio, né? A brincadeira é assim, o Cláudio encontra uma imagem que é a cara do nosso clube, nos manda de presentinho com legenda e tudo, e a gente publica e se diverte aqui. Pois lá vai, a Biscatagi do Cláudio de hoje:

biscate003_La siesta - Picasso

La Siesta – Picasso
Com ou sem trocadilho…
Talvez pudesse também se chamar «intervalo» ou «pausa»

Domingo é dia de…

E domingo é dia de…? ouiés, resumão biscate. Essa semana,com jeitinho especial. Que tal a gente desapegar das datas dessa vez? Então não vamos ficar só na semana… vamos ao que importa. É que ontem, 28 de setembro, foi o Dia Latino-Americano de Luta Pela Descriminalização e Legalização do Aborto e nós,biscates, pensamos que já passou da hora de eu, você, nós, sacarmos nossa responsabilidade em relação ao tema.

resumão

Daí que ontem a Renata Lins escreveu o post Aborto é coisa de mulher e como uma coisa puxa a outra, lembramos logo do texto da bisca-convidada Marjorie, de 29 de julho…Aborto (não leu? volta lá, vai). E não é só por aqui que se está falando disso…tem este texto da Ana Maria Costa: Porque legalizar o aborto? e este da Lélia Almeida, de 2010, mas atemporal: Medo dos cães, meu pai. Tem o texto da Amanda noFemMaterna: As mães também abortam. No Blogueiras Feministas foram 03 posts: Isoladas, 08 mulheres criminalizadas por aborto, 05 mitos sobre o aborto, Mulheres ou meninas, somos todas clandestinas… e  e ainda tem a tag pra você aprofundar mais, é só apertar aqui e tem uma porção de textos.

Ah, e na semana? Falamos de menstruação, de como cozinhar e amar se parecem, das reinvenções necessárias, da militância e das motivações…

E no ano passado? ora, estávamos em orgia com o brando, falando de barbudões, dos limites (ou não) entre erótico e pornográfico,no erotismo entre mulheres, das esperas, dos encontros na chuva

E pra passar o domingo bem, nada melhor que a companhia do querido Cláudio, a brincadeira é assim, o Cláudio encontra uma imagem que é a cara do nosso clube, nos manda de presentinho com legenda e tudo, e a gente publica e se diverte aqui. Pois lá vai, a Biscatagi do Cláudio de hoje:

Descansando para estar pronta quando chegares... (Fritz Zuber-Buhler1822-1896)

Descansando para estar pronta quando chegares…
(Fritz Zuber-Buhler1822-1896)

Domingo é dia de… biscatagi! oba!

Domingo é dia de colocar a vida em dia ou, pelo menos, a preguiça. Pode esticar as perninhas que a gente faz o trabalho duro pra você…ou seja, lá vai o resumão da semana biscate. E como não fazemos por menos, tem revival de 2012 pra você que esqueceu…

Nesse mesmo dia, no ano passado, a Renata Lins estava, sem saber, dando o pontapé na nossa quinzena #ErotismoEmNós, com o seu inspirado texto: Meus 50 tons de…, lembra? “Erótico é assim pra mim. O não-dito. O imaginado. O sonhado. Voz, também. Voz rouca. Voz grave. Voz. Um jeito de falar pausado. Um sorriso entremeando as palavras. Sorriso de canto. Ou os mais sombrios, os mais calados. Os silêncios. Os respiros. Os suspiros contidos. Ai.”

Na véspera, 21 de setembro, a Sara tinha contado pra gente que estava cansada mas deixou uma musiquinha pra nos fazer companhia no seu post Vazio, que você pode aproveitar  e escutar enquanto lê o  post do Toni Miotto sobre o Dia Mundial Sem Carro.

Dia 20 de setembro, a Lis Lemos veio e disse d’ O amor que nunca morre. No ano passado o post foi mais, como podemos dizer? pedagógico, contando Tudo o que você sempre quis saber sobre casas de swing…(um dos nossos sucessos de público, até hoje chega gente nesse post via motor de busca, hohoh).

O dia 19 de setembro, sem distinção de ano, foi dia de bisca convidada no nosso clube. Nessa quinta foi a Bárbara Guimarães que nos fez pensar sobre Arrumar a casa. O post de 2012 se chamou Quero Ser Biscate e foi um desabafo da Alessandra Trindade.

Também na quarta tivemos convidadas, vieram a Fabiana e a Francine falar mais da biscatagi na música com o post  Amanda Palmer: a biscate que pede, no 18 de setembro passado a Cláudia estava por aqui falando de solidão, escolhas, coragem… o post era A Valentia de Teresa, você leu?

E a semana começou com o Augusto, esse ano e no ano passado. Você escolhe se vai ler primeiro Das cruzes, ou sobre a vitimização ou se prefere o Pode rezar por mim que eu deixo.

Domingo também é dia da Biscatagi do Cláudio, lembram? A brincadeira é assim, o Cláudio encontra uma imagem que é a cara do nosso clube, nos manda de presentinho com legenda e tudo, e a gente publica e se diverte aqui. Pois lá vai, a Biscatagi do Cláudio de hoje:

biscatagi do cláudio1

Coloque esta língua para falar vários idiomas :p
Horto – Rio de Janeiro / RJ – by Maria Altberg via Coletivo Transverso

 

Sempre aos Domingos

E aos domingos a biscataiada faz sessão “recordar é viver”. Domingo é dia do resumão da semana. De qual semana? Dessa, daquela…adotamos os pronomes demonstrativos, muitas vezes usados naquele tom meio deboche, meio condenação, e fazemos, deles, riso e algazarra. Somos dessas 😉

Então, vamos brincar de recordar…

resumão

Segunda, dia 09 de setembro, a bisca Raquel trouxe os desejos de biscate, os encontros e as esperas, na Nossa Casa. Um ano atrás a gente estava curtindo um som com o convidado Tiago Costa no seu O Brega e as Biscas.

Na terça, dia 10 de setembro, o nosso clube foi só poesia e ternura no texto Para Além de Mãe e Filho, da Sílvia Badim. Aliás, entra ano e sai ano e nossa biscatagem tem esse tom, lírico…Em 2012, nesse mesmo dia, era a Raquel e seu sensível Você Acha que Consegue Distinguir?

E a biscatagem aqui é de sonho e de luta. Na quarta, 10 de setembro, a bisca-borboleta Luciana abriu o peito e mostrou a Máscara porque bisca não fode a luta, agarra o viver com as duas mãos e suga a vida com gosto, como se fosse Manga Madura, post maturidade da Sílvia Badim.

A quinta-feira, 11 de setembro, foi dia da Jeane Melo abrir as portas e nos convidar a conhecer como é sua Casa de Biscate, espaço de liberdade e prazer. Era de liberdade, também, que tratava a bisca Bete Davis, um ano atrás, na conversa boa sobre novela: Suelen, uma biscate exemplo de liberdade.

Dia doze de setembro, seja nesse ou naquele, foi dia de falar de sexo. Agorinha foi a Sara com seu explícito e declaratório post e, um ano atrás, era a Lis Lemos e o seu Conto Argentino.

E fechamos essa semana em alto estilo com o excelente post da Renata Lins refletindo sobre o palavrão nosso de cada dia e os preconceitos que reproduzimos. Todos convocados: Bora Mudar de Xingamentos?

E Tem Mais…

Mas domingo não é só dia de vasculhar passados aqui no nosso clube, agora também é dia de pequenos e delicados mimos. É que tem moço gentil que anda pela net inspirado pela – e inspirando a – biscatagem. Olha daqui, olha dali, vai guardando imagens que nos oferece, como cantava o Cazuza, só pro meu prazer, ops, pro nosso. O moço é “Cláudio Luiz, o generoso” (com um nome desse, precisava de um epíteto à altura), decorador, residente no Rio de Janeiro e encanta no seu Correio Selado.

Então a brincadeira é assim, o Cláudio encontra uma imagem que é a cara do nosso clube, nos manda de presentinho com legenda e tudo, e a gente se esbalda aqui. Essa imagem de hoje ele partilhou no Facebook mencionando o clube e depois de conversa vai, conversa vem, acertamos o passo e fizemos o convite a la Gabriela: chega mais perto, moço bonito…e ele topou, yay. Enjoy:

Tá, eu sei. Tem outras partes que não têm lábios e que também não beijáveis, mas vocês entenderam o espirito da coisa, não? NB - a imagem que gerou o convite. Beijo no ombro. ;c)))

Tá, eu sei. Tem outras partes que não têm lábios e que também são beijáveis, mas vocês entenderam o espirito da coisa, não?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...